Acadêmicos do homem dourado.

Oscar Statuettes

Esse ano a premiação mais importante do cinema caiu no meio do feriado mais esperado pelo brasileiro. Assim, poucos irão se interessar pela cerimônia desse ano. O que pode ser bom, no final das contas. Já que considero os concorrentes bem abaixo do que vimos no ano passado. E muitos ainda não estrearam por aqui, o que diminui ainda mais o interesse. Mesmo assim deixo minhas apostas.

Para melhor filme. Não entendo como O Lutador e Foi apenas um sonho não estão concorrendo. E por que O leitor e O curioso caso de Benjamim Button estão. Tudo indica que Quem quer ser milionário leva. Não vi o filme, mas confesso que tenho um pé atrás sobre a qualidade da produção. Me cheira muito a uma vontade de Hollywood ganhar espectadores em Bollywood. Por ter temática judia, não posso descartar O leitor como um grande concorrente. Apostaria nele e na caretice da academia.

Para melhor ator. Gostaria muito de ver Mickey Rourke subir no palco. Apesar de não ter assistido Milk, Sean Penn tem minha confiança. Brad Pitt é a piada nesse prêmio, ele está muito (e bota muito nisso) melhor no Queime depois de ler. Minhas fichas vão pro estranho Mickey.

Para melhor atriz. Tudo indica uma polarização entre Meryl Streep e Kate Winslet. Kate concorre pelo filme errado, se fosse por Apenas um sonho, era minha favorita. Nessa luta, quem pode sair ganhando é a Angelina Jolie – e isso seria uma ótima surpresa. Se valesse dinheiro, colocaria na veterana Meryl.

Para ator coadjuvante. Barbada, Heath Ledger. A força do papel e a morte do ator ainda estão muito presentes no imaginário. Se ele estivesse vivo, seria diferente. Se ele não ganhar, poderemos ouvir vaias no auditório – algo que nunca vi.

Para atriz coadjuvante. Esse talvez seja o prêmio mais concorrido. Penelope Cruz salva o filme e rouba a cena em Vicky Cristina. Marisa Tomei está demais. Viola Davis aparece pouco em A dúvida, mas interpreta com muita honestidade. Amy Adams ganha por sua simpatia e já concorreu outras vezes. A novata Taraji P. Henson é a melhor coisa de Benjamim Button. Torço por Marisa.

Para direção. Categoria bem fraca esse ano. O melhor diretor entre os indicados, eu acho que é o Gus Van Sant. Acho demais Stephen Daldry ganhar, ou Ron Howard – que já levou uma vez. David Finche poderia, mas não por esse filme. Sobra Danny Boyle, minha aposta.

Nas demais categorias vou guardar minhas opiniões. E se alguém ganhar um bolão com as minhas dicas, não esqueça de dividir o prêmio comigo.

Anúncios

~ por GOM em 21 fevereiro 2009.

Uma resposta to “Acadêmicos do homem dourado.”

  1. “poderemos ouvir vaias no auditório – algo que nunca vi.”

    qdo michael moore fez aquele famoso discurso, choveram vaias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: