Nem os mais ferozes

Esse é o livro de estreia do Edward Bunker. Essas páginas que o tiraram da cadeia. Pra quem não sabe, o autor viveu boa parte da vida dentro de instituições correcionais. Dentro das celas descobriu o prazer de ler. Achou que podia fazer isso também. Depois da publicação desse livro, ele conseguiu uma condicional e nunca mais voltou pra trás das grades.

E qual é a história que ele conta? Justamente a de um ex-presidiário tentando viver uma vida honesta. O romance começa com Max Dembo no seu último dia encarcerado. Ele promete a todos que vai sair da vida marginal. No decorrer da leitura conhecemos um pouco das dificuldades para isso acontecer. De como o sistema carcerário está podre, pois o Estado não fornece nenhuma ajuda pra quem sai. O resto, só lendo o livro.

Sou suspeito pra falar de Bunker. Tenho em minha prateleira outros três livros dele, faltam mais três pra ler sua obra completa. Pretendo fazer isso em breve. Seu estilo é bem cru, ainda mais nesse primeiro. A linguagem marginal é seu principal domínio. Existem livros policiais, Bunker escreve livros de bandidos.

Na introdução, fiquei sabendo que há um filme baseado nessa história. Com Dustin Hoffman no papel principal. Tive dificuldade pra ver Max com a cara de Dustin – sempre o imaginava maior e mais forte. Mesmo assim baixei e espero ter tempo pra assistir em breve.

Anúncios

~ por GOM em 17 julho 2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: